HTS_XT-Kopie.jpg

Leitor de microplaca HTS-XT

A microplaca extensão HTS-XT permite a utilização da espectroscopia FT-IR como método para triagem de alto rendimento. A coleta, controle e análise dos dados espectrais do grande de grande número de amostras são realizados pelo software OPUS/LAB. O OPUS/LAB também controla o dispositivo de empilhamento da microplaca que permite uma operação contínua do espectrômetro FT-IR por 24 horas. O HTS-XT é um módulo externo que pode ser conectado a diferentes conjuntos de espectrômetros FT-IR da Bruker Optics. Conforme sua configuração, ela pode ser usada para medições no infravermelho médio até o infravermelho próximo e até mesmo a faixa VIS.

INVENIO-S_Touch_Platinum_ATR_HTS-XT_web.jpg

As placas de amostragem para análises IR correspondem aos formatos padronizados de microplacas 96-, 384- ou 1536-. Para análise, aproximadamente 1-20 µl de uma amostra líquida são colocados e secos em uma posição única de amostragem da microplaca. O volume de amostra preparada depende do formato da amostra, modo de medição e design da placa de amostra. Amostras sólidas primeiro são secadas e moídas antes que sejam colocadas dentro de um recipiente de microplaca. A placa de amostra carregada é levada automaticamente para dentro do conjunto óptico selado por uma gaveta motorizada. A seguir, a medição da microplaca é realizada de maneira totalmente automatizada no modo de transmissão e/ou refletância mediante a sucessiva movimentação de cada amostra para o foco do feixe IR.

Solicitar maiores informações

O HTS-XT é controlado pelo software OPUS/LAB que permite a medição e avaliação automáticas de espetros de um grande número de amostras. Para a determinação quantitativa de até mesmo vários analitos em amostras complexas são utilizados métodos multivariados modernos, tais como o PLS (Partial Least Squares — Mínimos Quadrados Parciais). Para realizar análises qualitativas, estão disponíveis vários algoritmos, tais como a correlação de espetros, PCA (Principal Component Analysis — análise de componentes principais) e ANN (Artifical Neural Networks — redes neuronais artificiais). O armazenamento de resultados e parâmetros de medição num ficheiro de registo permite uma transferência simples dos dados de amostras para programas externos ou para um sistema de gestão de informação laboratorial (LIMS).

A vantagem principal da espetroscopia de infravermelho é a informação molecular presente em cada espetro de infravermelho. Enquanto outros métodos de alto rendimento exigem a utilização de sistemas de marcadores específicos para permitir a análise de determinados parâmetros, a análise de microplacas de infravermelho fornece toda uma gama de informações estruturais e moleculares sobre as substâncias de interesse.
Por esse motivo, a espetroscopia FT-IR permite a determinação paralela de diversos parâmetros com apenas uma medição!

Algumas das aplicações

  • Identificação de microorganismos
  • Determinação de rotas de contaminação
  • Caracterização de células (produtoras/não produtoras)
  • Análise do solo
  • Identificação e determinação de tipo de diamantes