lf90_Banner.jpg

Análise de composição corporal

O Analisador de Composição de Corpo Inteiro da Bruker, baseado em RMN DT, proporciona um método preciso de medição de tecido magro,  gordura e fluído em camundongos e ratos vivos.

Este analisador de composição corporal destaca-se por uma característica inovadora: com a manipulação cuidadosa do animal sem anestesia, estabeleceu-se um novo padrão para estudos longitudinais.

Desde seu lançamento no início de 2001, o Analisador de Camundongos Vivos minispec (LF50) conquistou rapidamente aceitação no mercado como uma poderosa ferramenta de análise não destrutiva e não invasiva para caracterização, triagem e fenotipagem de camundongos em laboratórios de pesquisa. Já se tornou referência no setor em medição de gordura e massa magra em camundongos vivos, com instalações em grandes laboratórios farmacêuticos, institutos de pesquisa sobre diabetes e obesidade e universidades.

As técnicas de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) estão entre os métodos não destrutivos de  maior utilidade na análise de materiais. O exame corporal não invasivo por RMN já se encontra amplamente difundido e com diversas aplicações úteis, sobretudo com a aquisição de Imagens de Ressonância Magnética e Espectroscopia por Ressonância Magnética. A técnica RMN DT emprega tecnologia de RMN similar, permitindo a análise de massa gorda, massa magra e fluido livre utilizando as mesmas regras de seleção física que dão origem ao contraste nas imagens de ressonância magnética. Os tecidos apresentam grande contraste entre gordura e músculo com base nos tempos relativos de relaxação.

LF90 offers horizontal insertion of live rats or other larger animals.
The new minispec mice and rats restrainers, further improving animal care and handling

O Analisador de Composição Corporal minispec baseia-se na RMN no domínio do tempo. Adquire e analisa sinais de RMN DT de todos os prótons em todo o volume da amostra, podendo fornecer 3 componentes de interesse: valores de Gordura, Fluído Corporal e Massa Magra. Esta tecnologia de Ressonância Magnética permite aos pesquisadores realizar múltiplas medições ao longo da vida do animal, com os seguintes benefícios: